quinta-feira, 29 de março de 2018

Fechamento - Março 2018

Atualização da carteira em 29/03/2018:

Com base na planilha de cotas do AdP, a carteira...

 

... teve uma valorização de -1,86% no mês (Ibovespa 0,01%)
... valorizou 3,04% no ano (Ibovespa 11,73%)
... tem uma rentabilidade histórica de 43,21
% (jan/2013)
... teve um crescimento do capital de -2,84% no mês
... tem um crescimento do capital histórico de 183,40% (jan/2013).

Com relação aos proventos (calculados pelo preço médio de compra dos ativos):

Yield das ações no mês: 1,54% (no ano, 1,59%)
Yield do TD no mês: 0% (no ano, 4,28%*)
Yield em março: 1,34% (no ano, 1,94%)


 
Já a divisão da carteira ficou assim:





Ações:
ABEV3      11,72% 
CIEL3        10,08
GRND3     10,41%
ITUB3       12,36%
LREN3        1,05%
MDIA3        9,32%
PTBL3        7,19%
TAEE11     10,58%
VALE5      16,96% 
WEGE3    10,33%

TD:
NTN-F 010121 49,18% 
NTN-F 010123 16,29
NTN-F 010125 16,16%
NTN-F 010127 18,37%


Mais um março turbulento para a carteira. Um pouco melhor que o do ano passado, quando analisamos apenas o percentual, entretanto.

Ao aprofundar a análise sobre o que aconteceu este mês, os números que realmente chamaram a minha atenção foram os dos balanços das empresas - e estes foram bons, como vocês mesmos poderão ver abaixo. 

Assim, só me resta seguir aportando, na expectativa de que os preços eventualmente sigam os lucros.


Chega de divagações. Voltemos à carteira.

Proventos:

- ITUB3 R$2,20/ação* 
- WEGE3 R$0,18/ação*
- VALE3 R$0,77/ação*
- CIEL3 R$0,49/ação*


Compras de março: Lojas Renner (LREN3) e Euros. Muito mais Euros que ações, diga-se de passagem...

Proventos previstos para abril: 

ITUB3   (R$0,015/ação) 
MDIA3 (R$0,33/ação*)
LREN3 (R$0,13/ação)

*valores líquidos, já descontado o IR correspondente.

Nos últimos dias de janeiro as empresas listadas na B3 começaram a divulgar seus balanços anuais e, como consequência, do quarto trimestre de 2017. 

No caso da minha carteira, Grendene e Weg aproveitaram este momento para anunciar também proventos em ações. Seguem as propostas de ambas:

GRND3 desdobramento 1:3
WEGE3 bonificação 10:3, ao preço de R$4,0688/ação

Abaixo, listo a relação dos ativos da minha carteira de ações com seus respectivos resultados do 4t17 e também o anual:

                               4T17            (2017)
Ambev:               R$ 3,300B    (R$ 7,851B)
Cielo:                  R$ 1,109B    (R$ 4,265B)
Grendene:          R$ 251M       (R$ 661M)
Itaú:                    R$ 5,680B   (R$ 24,268B)
Lojas Renner      R$ 332M      (R$ 733M)
M. Dias Branco   R$ 201M      (R$ 844M)
Portobello:          R$ 4M           (R$ 64M)
Taesa:                 R$ 277M      (R$ 648M)
Vale:                   R$ 2,389B   (R$ 17,670B)
Weg:                   R$ 296M     (R$ 1,141
B)


Terminada a temporada de balanços, posso reafirmar o que já havia dito no fechamento de fevereiro: lucro maior, investimento crescente, redução da dívida e maior retorno ao acionista foram pontos recorrentes em praticamente todas as ações presentes na carteira.

De minha parte, o foco agora é curtir merecidas férias e viajar um pouco. Investir em cultura e auto-conhecimento nunca é dinheiro mal empregado, principalmente quando fazemos isso na companhia de quem gostamos. Ao retornar, lá pelo final de abril, começo a descobrir se o cenário do primeiro trimestre permaneceu positivo como foi o do último trimestre de 2017.


Bom, era isso. Um ótimo mês de abril a todos!

4 comentários:

  1. Minha carteira de ações também terminou no negativo, estou terminando de fazer o fechamento aqui. Sua carteira de ações tem ótimas empresas, merece mais acompanhamento a portobello pelo momento da construção. abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este mês as coisas não saíram como o planejado porque, além de não aportar, eu ainda destinei 3/4 dos proventos para comprar euros, pois viajo agora em abril.

      Com relação à PBG (Portobello), sigo otimista com a empresa. Balanço veio muito bom em 2017, com a empresa cumprindo o planejado. A conferir como as coisas aconteceram agora no primeiro trimestre, dia 04/05.

      Abraço!

      Excluir
  2. Longe do Limite,

    Minhas ações também acabaram performando negativamente em Março. Acredito que Abril será um mês mais promissor. Seguimos na luta.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Minha carteira de ações também sangrou em março, tá fácil não.
    Abraço!

    ResponderExcluir