terça-feira, 30 de abril de 2013

Fechamento - Abril 2013

Um mês de tirar o fôlego!

Abril passou como um furacão: primeiro derrubou a cotação de todos os papéis, inclusive os do Tesouro Direto, para depois apresentar uma excelente recuperação em quase todos eles.

Abril também foi mês de proventos: dividendos de VALE5 e CRUZ3 já incorporam a carteira, cada mês um pouquinho maior.

E, finalmente, abril foi mês de surpresas: o valor estabelecido para os papéis da subscrição de BCFF11b - R$0,20 - e o prazo para aceitação tão exíguo, dia 09 de maio, me fizeram repensar a estratégia de compra: vou passar a subscrição e comprar as cotas a mercado assim que terminar de montar a posição em XPGA11 que havia planejado em janeiro. O máximo que poderá acontecer é ter de pagar uns reais a mais por cota.

A oscilação, como já dito, foi muito grande durante todo o período, mas ainda assim a carteira fechou no azul pela primeira vez em 2013: 0,49%, ou -6,39% no ano.

Reitero que não me preocupo tanto com estes números, pois penso ser um problema de preço, e não de valor. Os fechamentos mensais são um simples retrato, enquanto o objetivo traçado só será alcançado ao final de um longo rolo de filme, gravado sob aportes constantes e reaplicação do maior volume de recursos possível.

Por isso continuo feliz pelo retorno do valor aplicado (a famosa renda passiva) já ser superior a recebida em 2012 em números absolutos, o que me permite ser otimista no crescimento do meu patrimônio para 2013 e nos anos vindouros, porque terei mais ativos descontados no portfólio - e em algum momento eles serão precificados corretamente pelo mercado.

A composição da carteira encerrou o mês de abril assim:



A meta para o final do ano segue a exposição do post Início dos trabalhos : 60% em ações, 25% em FII e 15% em TD. Devido a compra de CMIG3 e CRUZ3 no mês, o percentual das ações não se alterou; sua divisão ficou 35% CMIG3; 33% VALE5; 18% WEGE3; 10% ELPL4 e 4% CRUZ3.

 Já os FII's perderam terreno, mesmo com a compra  feita em XPGA11, pela queda na cotação de BCFF11b. Sua divisão ficou 65% XPGA11 e 35% BCFF11b.

Para maio, o objetivo continua sendo o mesmo: o aporte vai para XPGA11, proventos (provavelmente o pagamento dos JCP de ELPL4) e extras para CRUZ3. Mas isso será melhor explicado nos posts específicos que virão. Bom mês de maio a todos!

2 comentários:

  1. Sugiro vc mostar o peso de cada ação na sua carteira nas próximas atualizações mensais!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou editar o post deste mês. Obrigado pela dica!

      Excluir