quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Fechamento - Novembro 2016

Atualização da carteira em 30/11/2016:

Com base na planilha de cotas do AdP, a carteira...

 

... teve uma desvalorização de -4,38% no mês (Ibovespa -4,65%)
... valorizou 24,07% no ano (Ibovespa 42,81%)
... tem uma rentabilidade histórica de 4,51
%
... teve um crescimento do capital de -3,70% no mês
... tem um crescimento do capital histórico de 91,00% (jan/2013).

Com relação aos proventos (calculados pelo preço médio de compra dos ativos):

Yield das ações no mês: 0,20% (no ano, 1,38%)
Yield dos FII no mês: 0,67% (no ano, 7,35%)
Yield do TD no mês: 0% (no ano, 8,10%)
Yield em novembro: 0,21% (no ano, 2,53%)


 
Já a divisão da carteira ficou assim:



Ações:
ABEV3    10,89% 
CIEL3      11,01% 
CMIG3      9,31% 
ELPL4       7,88%
ETER3      3,65%
GRND3    11,08%
ITUB3      14,25%
PTBL3       1,89%
VALE5     18,93% 
WEGE3   11,12%


FII:
XPGA11    56,53% 
BCFF11b   43,47%

TD:
NTN-F 010121 57,61% 
NTN-F 010123 18,73
NTN-F 010125 18,46%
NTN-F 010127   5,20%


Proventos de novembro:

- BCFF11b: R$0,52/cota;
- XPGA11:  R$0,95/cota.
- ITUB3:     R$0,015/ação
- ABEV3:    R$0,16/ação
- GRND3:  R$0,25/ação



Que se escute
Em todo o continente
Nunca esqueceremos:
Campeã Chapecoense.




#ForçaChape 

3 comentários:

  1. Qual seria sua faixa de patrimônio em números?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, LM.

      Entre R$1,00 e R$1.000.000,00.

      Abraço!

      Excluir
  2. Senhores,

    Já fiz essa pergunta em outros blog's, mas resolvi compartilhar aqui:

    Possuo 17 (dezessete) ações em carteira, todas elas empresas muito boas.

    Atualmente, estou procurando adicionar de 01 (uma) a 03 (três) novas ações, razão pela qual tenho estudado a EDP Energias do Brasil, Cia Hering, CCR Rodovias, Odontoprev, Cosan e, até mesmo, a Tovts. Dentre elas, as que vem ganhando maior afinidade são ENBR3, CCRO3 e HGTX3.

    A ENBR3 é uma empresa com bons indicadores, mas apresenta enormes dificuldades em ser estudadas, em razão da falta de informações sobre seus negócios. Além do mais, recentemente fez uma diluição grande para seus acionistas, o que deixa receios;

    CCRO3 vem apresentado bons resultados, mas com uma alavancagem enorme, que faz medo. Foi uma empresa que nos últimos anos cresceu uma enormidade. É uma das empresas que mais gera dúvidas sobre as dívidas existente, embora seja característica do setor;

    HGTX3 é uma empresa boa pagadora de dividendos, com bons resultados e sem dívidas, mas que pode a vir sofrer com questões relacionadas ao setor varejista, quedas nas margens e no lucro.

    ODPV3 é uma empresa lucrativa, boa pagadora de dividendos e com sócio majoritário o Bradesco. Contudo, possui múltiplos esticados e está localizada em um setor com alta regulamentação, que é o setor de saúde, embora os planos odontológicos estejam sob menor influência.

    TOTS3 é uma empresa lucrativa, boa pagadora de dividendos, mas está inserida em um setor complicado, que é o de software e informática. Embora apresente lucros, seu setor é passível de fortes interferências econômicas. Não existem proteções como o setor de energia, mineração e bancário.

    CSAN3 (Cosan) é uma empresa complicada, embora em um setor interessante, que é o de Petróleo, Gás e Biocombustíveis. Estudei bastante, mas o próprio Bastter vê na empresa cenários nebulosos.

    Dentre as empresas citadas, gostaria da opinião dos senhores.

    O que mais impressionou no meu estudo, foi o crescimento da CCRO3 nos últimos 15 anos, bastante elevado, algo superior a 4000%.

    Se puderem, deem suas opiniões sobre a VLID3 (Valid), uma empresa bem administrada, paga dividendos várias vezes ao ano, mas que vem tendo queda nas margens.

    ResponderExcluir